Pages

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

     Nesse dia lindo de sol, maravilhoso, eu acordei diferente... Uma vontade de modificar o meu caminho... de seguir numa direção diferente... começar de novo...
Uma vez "eu li num livro" que a gente se modifica de acordo com as pessoas com quem convivemos. O que adianta ser um bom profissional, se como pessoa enxergamos apenas nosso próprio umbigo? Se mesnosprezamos a pessoa que juramos amor eterno?  O que adianta recebermos elogios no trabalho e não temos dialógo com o nosso conjuge? O que adianta? E quando tentamos conversar, existe a falta de cumplicidade... Falta de Amor. Será que o Amor realmente suporta tudo? Até que ponto vale a pena insistir? Eu acreditei nisso nesses onze anos de relacionamento... mas tenho lutado sozinha... lavo , passo , arrumo a casa, sou carinhosa, expansiva, falante, e me esforço para continuaar atraente, mas do que adianta?  Queria que meu  esforço fosse reconhecido .Se realmente  a gente colhe o que planta, o que eu plantei errado?? Então o Amor é apenas um jogo de estratégias, que você tem que esconder o que sente? Que é uma guerra , onde necessariamente tem que haver um "errado" e consequentemente um  "perdedor" ? Eu queria o mocinho do filme, pois tenho me empenhado em ser a mocinha do filme da minha vida...Tenho lutado contra meus próprios sentimentoe e tentar ver apenas a VERDADE, sem subterfúgios, e dói...cada dia dói mais... parece uma doença...em que a gente precisa passar para aprender...eu já aprendi... O amor precisa de companhia...da alegria e do afeto... o que mais preciso aprender?

2 comentários:

Lírio Branco disse...

Shakespeare disse que um dia a gente aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E devemos aceitar que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai ferir-nos de vez em quando e precisamos perdoá-la, por isso.
Saiba que estarei sempre por perto e que o tempo ensina muito, mas algumas pessoas levam muito tempo para aprender o real significado de amar.

Garota de Sorte ;) disse...

Sabe, tem vezes que a expressão "a gente colhe o que planta" não é totalmente verídica. Não tente ficar achando que você fez alguma coisa errada, pois isso é, de uma maneira meio torta, assumir a culpa de um erro que não é seu.

Eu posso dizer que já senti essa dor que você descreve, de se doar por inteiro e achar que não é correspondida... Mas eu tomei um rumo para minha vida, e nesse caso, só você vai poder saber o que fazer, porque por mais que lhe ofertemos conselhos, ninguém sabe o que se passa nesse coraçãozinho, certo?

Uma coisa que você diz é certa: não vale a pena chorar!

Já mencionei diversas vezes o quanto te admiro, sei que és forte e guerreira, e sozinha nunca ficarás.

Pode contar comigo, sempre ;)

Postar um comentário

 
Copyright 2009 Entre Flores e Borboletas.... Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com